[Vrikolaka] Sophia, Filhote de Tribo Desconhecida [ FICHA COMPLETA ]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[Vrikolaka] Sophia, Filhote de Tribo Desconhecida [ FICHA COMPLETA ]

Mensagem por Vrikolaka em Dom Nov 18, 2012 2:34 am

Apresentação:
Olá!
Mesmo que não esteja com vagas abertas por enquanto, eu já vou criando minha personagem, pra jogar.
A minha idéia principal, é que quando o forum reabrir, eu passe pela 1ª mudança em jogo! Por que isso? Ah, por que é divertido, e é sempre bom pegar o personagem desde o principio, desde suas origens, até virar uma lenda entre seus semelhantes.

Para isso, farei uma ficha de Parente, e em dado momento, vocês podem decidir fazer a 1ª mudança (ou não!), da maneira que vocês acharem melhor. Bom, chega de papo, e vamos à Ficha!

P.S.: Regularmente, virei aqui ao forum para ver se houve resposta!

SOPHIA KATHERIN HIRSCH

Imagem da Personagem:

Raça: Humana.
Relação: Desconhecida.
Tribo: Desconhecida (linhagem perdida). Nesse caso, eu deixarei pro narrador que fizer a 1ª mudança escolher a tribo por mim. Tirando Peregrinos Silenciosos, que eu acho que não bate com o arquétipo da personagem, o resto tá valendo! =D
Natureza: Criança
Comportamento: Solitária
Conceito: Adolescente Perturbada.

ATRIBUTOS (6/4/3)
Físicos: Força 1, Destreza 3, Vigor 2
Sociais: Carisma 3, Manipulação 2, Aparência 4
Mentais: Percepção 3, Inteligência 4, Raciocínio 3
Especializações: Inteligência [Rato de Biblioteca], Aparência [Inofensiva]

HABILIDADES(11/7/4)
Talentos: Prontidão 2, Empatia 2, Lábia 1, Expressão 2
Perícias: Furtividade 1, Etiqueta 2, Performance 1
Conhecimentos: Linguística 2, Ocultismo (Fantasmas) 2, Investigação 2, Computação 1, Enigmas 3, Ciências 2
Especializações: Ocultismo [Fantasmas]
Idiomas Falados: Inglês*, Francês e Húngaro.


VANTAGENS
Antecedentes: Raça Pura 4, Recursos* 4
Força de Vontade: 4.
Gnose: 3.
Qualidades: Gnose (7)
Defeitos: Amaldiçoada (-5), Tímida (-1), Estatura Baixa** (-1), Pesadelos (0)***

Spoiler:
*O Recursos, na verdade, seria a forma de emular o dinheiro do Pai dela. Caso seja irregular pra vocês, posso trocar por Aliado 1, o que vai dar no mesmo...
** Pretendo recomprar essa Desvantagem, quando a Sophia estiver + velha. Afinal de contas, isso serviu pra eu emular que ela é criança.
*** Sei que passou de -7 pontos os defeitos. Porém, no livro do PGtF, fala que podemos sim, pegar mais defeitos que fiquem além do total. No entanto, não ganharemos pontos por isso. Peguei esse defeito, mais para colorir a personagem. Acho que ficará muito legal isso...

Gastos em Pontos Bônus feitos em Vermelho!

[21 pontos bonus + 7ptos de Defeitos Gastos em: 1 pto. de Inteligência (-5), 1 pto. de Carisma (-5), 1 pto. de Aparência (-5), 1 pto. de Ciências (-2), 3 ptos. de Recursos (-3), 1 pto. de Força de Vontade (-1), Qualidade Gnose (-7)]


Background da Personagem:
Eu... to com medo... Eu não sei o que está acontecendo... Por que sangue... Eu não sei... Por favor, se for um pesadelo, me acorda... por favor, não quero sonhar isso mais, por favor, eu imploro... Tira eles de perto de mim... Eu não quero mais que eles venham me ver... Ou pelo menos, não os ver... Só o que eu quero... por favor...

Meus pensamentos me levam agora, para minha infãncia. Acho que desde sempre eu via eles. Meu pai é (ou era, não sei mais o que ele faz...) workaholic, um húngaro que se mudou pra [cidade do jogo] quando foi contratado pela empresa atual... Mamãe, por outro lado, é mais caseira, trabalhava como artista profissional... Eu simplesmente amava seus desenhos... Eram lindos, cheios de felicidade... Mas, eles não viam como eu estava. Mamãe achava divertido que eu tinha amigos imaginários... Papai, sequer via, estava tão vidrado no trabalho que mal podia me ver... Mas, eles viam que eu ficava chorando nos cantos... E, deviam saber que era por causa deles...

Eu lembro perfeitamente deles... Afinal, eles ainda me acompanham, sussurrando palavras obcenas a mim, me xingando, pedindo socorro... Os lugares que eu visito, apenas vejo mais... E eles me vêem... E se aproximam de mim... Eu já estou cansada... Alguns são curiosos, outros hostís, embora não possam me ferir fisicamente, eles me puxam cada vez mais a ruína... Sim, desde sempre... Desde que era criancinha...

Eu vejo aquelas coisas desde que era criancinha... Conforme fui crescendo e fui pra escola, fui taxada de "a estranha"... Ninguém vinha falar comigo... Eu queria poder ter amigos... Tirando aquelas coisas que eram assustadoras... Mas eles se afastavam de mim... Eu era uma aberração para eles... Sempre com notas muito altas, mas sempre "a estranha"... naquela época, eu queria ter os poderes da Carrie, pra matar a todos ali...

Até que a escola percebeu o que se passava, talvez tarde demais, já com nove anos... Mamãe foi convocada para comparecer a escola. (papai não foi, claro... Ele estava ocupado demais trabalhando...) A diretora da escola falou com mamãe coisas que eu não entendia... Diziam que eu era perturbada, que indicariam um psiquiatra pra ela, para me levar lá... Mais uma me taxando de louca...

Indo para lá, eu contei tudo o que sabia... O homem, lógico, disse que eu sofria de problemas mentais, e receitou um coquetel de remédios, que poderiam me dar uma vida quase normal... Como se um monte de porcaria de pilulas de gosto ruim fossem resolver aquilo... Como se isso fosse afastar aquelas coisas...
Não aguentei mais, e decidi agir por conta própria, procurando informações sobre isso, na internet, em bibliotecas, em tudo o que foi possível procurar... Aprendi muito... Isso era bom... Muita coisa interessante... Espiritos Obsessores... Ao que entendi, eu devia ter uma capacidade espiritual maior que as pessoas normais, por isso podia vê-los... Haviam pessoas que viam relances de pessoas mortas... Alguns inclusive seguiam um Francês, chamado de Allan Kardec, um grande expoente nessa área espiritual...

Tentei fingir que estava tudo bem, até que funcionou por um tempo, mas não durou tanto, e mamãe me viu chorando copiosamente, depois de sentir um fantasma me jogar no chão, e ameaçar me estuprar... Então, ela viu que não estavam funcionando... Na verdade, até esqueço de falar, que os efeitos colaterais eram terríveis, e incluiam a falta de alimentação, falta de atenção, entre outros numerosos efeitos colaterais... E, aos 12 anos, eu fui internada numa clínica para doentes mentais, para um tratamento intensivo...

Naquele momento, minha vida desmoronou... Isolada do mundo, sem poder sair, sofrendo abusos dos doutores que faziam coisas absurdas, e fora de sua época, como até mesmo tratamento de choque (pensava que aquele tipo de tratamento tinha sido banido a anos...) para ver reação.

Ainda estou presa àquele lugar infernal... Eu... Sinto ódio... Rancor... Rancor pela minha mamãe, que permite que eu fique nesse lugar... Rancor pelo papai, por nem olhar pra mim... Medo, e ódio pelos doutores, que me fazem mal... Mas, aqueles que merecem meu ódio real, são eles... Eu sei que são eles... Eles que acabaram com a minha vida... Malditos... Malditos... Vão embora... Vão embora daqui... Eu não... aguento mais vocês..
.

DESCRIÇÃO DAS QUALIDADES

Gnose: Sophia nasceu abençoada pelos espíritos ancestrais, mas ninguém sabe muito bem a razão disso. Talvez sua visão amaldiçoada lhe concedera uma "compensação", ou então, seu ancestral Garou tivesse sido um theurge tão poderoso, que ela herdou isso dele. Ninguém tem certeza absoluta do que queira dizer essa benção, no caso dela. Ela, por motivos óbvios, nunca fez uma viagem umbral, embora admite-se que ela quase entrou na Penumbra acidentalmente, uma vez, olhando pro espelho...

DESCRIÇÃO DOS DEFEITOS:
Estatura Baixa: Sophia é uma criança pequena, com 13 anos, e 1,37m de altura. Espera-se que ela cresça mais, quando ela for um pouco mais velha...
Tímida: Sophia, por ser tratada como uma aberração pelas outras pessoas, ela mantém sempre uma postura evasiva com as pessoas (o que reflete seu comportamento solitário), nunca olhando nos olhos das pessoas, e até gaguejando, quando pressionada a falar com alguma pessoa que não conheça...
Amaldiçoada: A Maldição de Sophia, é seu traço mais importante, de longe: Sua visão. A visão dos fantasmas da Umbra Negra é uma maldição terrível para uma criança de 13 anos, que não consegue controlar suas visões. Por causa dessa visão, ela adquiriu fobia, e outros problemas psicológicos. Isso, sem contar o fato de que os Fantasmas da Umbra Negra tem uma ligeira atração pela pequena Sophia. Muitos são truculentos e agressivos com ela, outros são apenas curiosos, e apenas um ou outro são realmente gentis por um momento, normalmente uma fachada, para pedir algo a ela.
Pesadelos: Se apenas sua realidade lhe perturbasse, sua vida teria sido bem melhor. Mas nem no reino Onírico ela consegue se livrar desse terror... Muitas vezes, ela tivera sonhos estranhos, que não tinham cabimento... Reprisando cenas antigas, de terror puro, que ficaram em seu subconsciente... Ou então, quando corria com uma alcatéia de lobos....

Vrikolaka

Mensagens : 2
Data de inscrição : 16/11/2012
Idade : 25
Localização : São Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum